Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 14 de abril de 2016

● O PTN rachou, o líder da bancada Dep Aluisio Mendes (MA), indicou o novo presidente da Funasa e Francisco Chapadinha a superintendência do Incra Santarém – A Dep Renata Abreu garante que eles estão com a Dilma, mas o restante da bancada vota pelo impeachment

PARTIDOS ‘NANICOS’ TAMBÉM DEVEM ROMPER COM DILMA
Os chamados “partidos nanicos” da Câmara deverão anunciar nesta quinta-feira, 14, apoio ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. Com 33 deputados, o grupo é formado por Pros, PEN, PHS PSL e PTN. “Já temos garantidos de 25 votos a favor do afastamento da Dilma”, afirmou a deputada Renata Abreu (PTN-SP). Segundo a parlamentar, o objetivo do grupo é conseguir 27 dos 33 votos. O Palácio do Planalto contava com os votos do PTN, pois o líder da bancada, Aluisio Mendes (MA), havia indicado recentemente o novo presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e o deputado Francisco Chapadinha (PA) o superintendente do Incra do oeste do estado. “eles continuam com o governo”, afirmou Renata Abreu. A decisão dos “nanicos” ocorre um dia após o PP abandonar a base aliada. Indicado pelo partido, o ministro da Integração Nacional Gilberto Occhi, entregou sua carta de demissão nesta quarta-feira, 13. A bancada do PSD também decidiu apoiar o impeachment. Presidente nacional da sigla, o ministro Gilberto Kassab (Cidades) não conseguiu fazer com que os deputados ficassem ao lado de Dilma. Na segunda-feira, Rogério Rosso (DF), que liderou o PSD recentemente, votou contra a presidente na comissão especial do impeachment. (Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar o que quiser, apenas com coerência e sem ataques pessoais.