Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 4 de dezembro de 2016

● Cansados de aporrinhações com fiscais do trabalho, da saúde, do fisco, do sindicato, dos bombeiros, da Celpa, da Cosanpa, do meio ambiente, do Imetro, do estado, da prefeitura, da PQP - Os mega empresários da Y. Yamada estão fechando suas portas e colocando na rua da amargura mais de 8 mil funcionários.

GRUPO YAMADA ENCERRA SUAS ATIVIDADES E FUNCIONÁRIOS SERÃO INCLUÍDOS NA MASSA DE DESEMPREGADOS
O grupo Y. Yamada, um dos maiores grupos da região norte do país, vem encerrando suas atividades nos locais de domínio. O grupo durante muito tempo cresceu, modernizou-se com desenvoltura, figurando entre as maiores redes de supermercados e magazine da região norte do Brasil, com mais de 2 milhões de clientes cadastrados no Cartão Yamada; são 35 lojas no Estado do Pará e 1 no Amapá, com um quadro funcional que ultrapassava 8 mil colaboradores. O grupo fecha suas portas em vários locais onde predominava como uma das principais redes de magazine. No estado do Amapá, o grupo encerrou suas atividades no último dia (26), local onde empregou um grande número de pessoas no estado.
Uma loja em Marabá foi fechada, assim como a de Santarém (que estaria sendo redefinida para voltar a funcionar). Todas as lojas têm claros sinais de desabastecimento. Em algumas o movimento caiu bastante, em torno de 50% na loja da Senador Lemos, e os fregueses estão fugindo porque só podem comprar a prestação em outros cartões, mas não no Yamada. Dentro desse retrato desanimador, se encontram funcionários que serão incluídos na massa de desempregados, o que pode gerar mais desconforto para a população paraense. De acordo com informações, apenas permanecerão abertas as Yamadas que se encontram na Augusto Montenegro, Yamada Plaza em São Brás e a Yamada Matriz na Rua Manoel Barata. (Estado On Line)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar o que quiser, apenas com coerência e sem ataques pessoais.