Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

● DIRETO DE O IMPACTO: Padre que virou prefeito de Alenquer tem horror a ximango no governo dele – Tá importando o primeiro escalão do parazinho e comedor de jacaré do amazonas - Tá botando banca, ele diz que se o povo não gostar que se mude da cidade.

PREFEITO ACUSADO DE MENOSPREZAR POPULAÇÃO ALENQUERENSE
Juracy Estevam está chamando pessoas de Belém e Manaus para compor seu secretariado.
Ao ser sagrado vencedor da disputa eleitoral no município de Alenquer, Juracy Estevam comemorou a vitória em Manaus e Belém, demonstrando de cara o respeito e consideração que possuí pelo povo Alenquerense que o elegeu. Em seguida, na sua cerimônia de diplomação mandou um simples recado ao mesmo povo: “Quem não estiver satisfeito que se mude daqui”!
Mostrando o respeito e consideração ao mesmo povo que o tornou Prefeito, Juracy Estevam deixou claro aos mesmos que a seu ver Alenquer não possui gente a altura para compor seu corpo administrativo, trazendo assim pessoal de Manaus e Belém para ocupar cargos e secretarias de seu governo quase que na sua totalidade. Deixando apenas cargos de segundo e terceiro escalões para poucos de Alenquer.
Revogação, demissão, da nomeação de pessoas legalmente aprovadas em concurso público realizado no município!
Nomeação do advogado Valdir Fontes em cargo inexistente no Município, cometendo assim ato de improbidade administrativa com apenas 18 (dezoito) dias de governo.
Suposto contrato de locação de prédio particular de empresário que patrocinou sua campanha pelo valor exorbitante de R$ 52.000,00 (cinquenta e dois mil reais), sendo que o Município se encontra com salários dos funcionários atrasados e possui prédio próprio onde com apenas o valor de 02 (dois) meses da locação daria para se reformar e deixar o atual prédio em perfeitas condições de funcionamento, trazendo uma economia aos cofres públicos de quase 3 (três) milhões de reais, valor esse referente aos 47 (quarenta e sete) meses de locação na bagatela de R$ 52.000,00 (cinquenta e dois mil reais) mês do imóvel particular.
Acordo que envolveu o ex-prefeito Flávio Marreiro, ex-secretário Markel Monte, ex-secretário Edilson Teles, o advogado Portilho e o empresário Neto Macedo, presidente do DEM, para eleger como presidente da Câmara o vereador eleito Betão, hoje todos aliados do então prefeito Juracy Estevam, onde também o empresário Neto Macedo em suposta licitação de cartas marcadas deverá ganhar a licitação do transporte escolar do Município.
Por fim, mesmo sabendo da situação de calamidade que se encontra o município de Alenquer e os cofres públicos, onde os desvios de recursos e corrupção levaram a um quadro de greves e salários atrasados, o prefeito Juracy juntamente com os vereadores, através de uma sessão extraordinária, conseguiu a aprovação do retorno de assessorias e sub-secretarias, aumentando mais ainda a folha com cargos que não trazem benefício algum ao povo, à administração, servindo apenas para presentear alguns que receberão sem trabalhar.
Eis a pergunta: Por que não pagar os salários atrasados, por quê não enxugar a folha tendo em vista a situação que se encontra o País, em especial o município de Alenquer?
Com todas essas proezas em apenas 18 (dezoito) dias de mandato, Juracy Estevam se mostra o Prefeito dos ricos, dos empresários, de seus apoiadores e patrocinadores, e quem pelo jeito pagará a conta mais uma vez será o povo já tão sofrido de Alenquer que apostou e acreditou em suas promessas de campanha, acreditou na FÉ NA MUDANÇA!
Fonte: RG 15/O Impacto


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar o que quiser, apenas com coerência e sem ataques pessoais.