Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 25 de fevereiro de 2017

● CASO DA PROFESSORA TORTURADA - Delegado constatou tortura e roubo e pede a prisão dos envolvidos no caso

● DELEGADO APÓS INVESTIGAÇÃO CONSTATOU DIVERSOS CRIMES CONTRA A PROFESSORA - O caso aconteceu no dia (24) de janeiro, furo de reportagem da TV Tapajós, Globo local, onde a professora Maria Geuciane Lopes Nobre denunciou membros da família Serique, tradicional e muito conhecida em Santarém, de supostamente ter lhe torturado de forma violenta, além de cortarem seus cabelos a força, fato que ficou inexplicável, sem motivo preliminar, o caso ganhou repercussão e caiu nas mãos do DPC Herbert Farias Junior, que com muita responsabilidade, isenção e seriedade, comandou o inquérito, concluindo as investigações de que as denúncias feitas pela vítima foram constatadas, em trecho do seu relatório ele diz sobre os acusados: "Depoimentos estes que possuem o único fim, de distorcer a verdade do que realmente aconteceu naquela residência, assim como tentar explicar e justificar as condutas criminosas por eles praticados, e por isso, não convenceram esta autoridade policial." e segue com o indiciamento de todos: “Os indiciados são SAMAI SERIQUE DOS SANTOS SILVEIRA, JULIO CESAR SERIQUE NAVARRO, MARILZA SERIQUE DOS SANTOS, SAROM SERIQUE FERREIRA E JUSCELINO FERREIRA, ao participarem diretamente das agressões físicas a vítima, assim como, em associação para a prática do crime de roubo, permanecem de posse dos objetos subtraído desta e a participação de todas na tortura, ativamente e passivamente, conforme foi demonstrado nos autos.”  - Agora cabe ao Ministério Público dar procedimento até a decisão do juiz de acatar ou não as denúncias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar o que quiser, apenas com coerência e sem ataques pessoais.