Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 6 de agosto de 2017

Viva Santo Antônio e boas festas aos conterrâneos e aos romeiros visitantes...

Hoje é o círio de Santo Antônio, o padroeiro da minha cidade de origem, Oriximiná, município do Estado do Pará, localizado às margens do rio Trombetas, um dos grandes afluentes do rio Amazonas. O município que cresceu muito nos últimos anos, tem hoje mais de 60 mil habitantes e tem como base de sua economia a exploração de minério de bauxita cuja concessionaria é a Mineração Rio do Norte que construiu um núcleo habitacional de primeiro mundo, Porto Trombetas, para alojar seus funcionários. O diferencial do círio de Santo Antônio é por ser fluvial e noturno. Até 1974 sempre participava do círio e do período festivo em homenagem ao nosso padroeiro, que denominávamos "festa de agosto", que era esperada com ansiedade pela população, não só para homenagear o santo padroeiro, mas também para apreciar as novidades trazidas pelos marreteiros que se instalavam em barraquinhas em volta da praça de Santo Antônio. Nessa época ficava maravilhado com a procissão do círio, com a simplicidade das barquinhas flutuantes, confeccionadas com papel celofane, iluminadas por uma vela acesa, que flutuavam no rio Trombetas ao ritmo dos banzeiros dos barcos enfeitados com bandeirinhas, dando um colorido todo especial na noite em que se realizava o círio. Em 1975 mudei para Belém, para estudar, depois, já na década de 80 fui trabalhar no Amazonas e há 29 anos moro em Brasília. Nesse período todo tive poucas oportunidades de presenciar novamente esse evento religioso e cultural de nosso município. Sendo que a ultima vez que tive a oportunidade de presenciar foi em 2010, quando percebi que esse evento teve uma enorme evolução e se transformou em espetáculo turístico e cultural, com repercussão não só na região, mas até mesmo a nível nacional, atraindo turistas até do sul do país. Viva Santo Antônio e boas festas aos conterrâneos e aos romeiros visitantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar o que quiser, apenas com coerência e sem ataques pessoais.