Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 3 de dezembro de 2016

Sem medo de errar, hoje o homem certo para ser o secretário de cultura de Santarém chama-se Luiz Alberto Figueira Mota, eu apoio, claro que haverá divergências, e agente respeita as opiniões difentes, mas o Pixica deve ser o secretário.

A PRINCIPAL DIFERENÇA ENTRE O NATO E O PIXICA, é o poder de barganha e de conseguir recursos para a pasta municipal de cultura que o Nato até hoje, faltando menos de 30 dias para encerrar sua carreira de secretário, não mostrou que tem - Todas as secretarias de cultura das cidades e estados do Brasil, não possuem recursos para se investir na cultura como deveria ser - Então o gestor que assume a pasta precisa ter respaldo na sociedade e poder de barganha para realizar de maneira criativa uma gestão de sucesso, um exemplo simples: se o Nato Aguiar for na loja D&D, pedir a proprietária que doe uma peça de tecido, para ajudar um grupo de carimbó, a dona da loja vai negar a ele, mas se o Pixica for pedir ela vai liberar - O governo Nélio Aguiar não vai ter dinheiro para investir em cultura, o Brasil está em crise braba, e porque Cultura não é prioridade para governo nenhum, então o futuro secretário Luiz Alberto Pixica, tem consciência disso e vai correr atrás, porque tem poder de barganha, é maçom, tem uma abertura com empresários, tem um nome que lhe garante por em prática seus projetos de gestão - Não adianta colocar nessa pasta um artista tocador de violão, um dançarino de carimbó, ou ator, atriz, ser secretário de cultura de Santarém, é uma missão que vai além da arte, passa exclusivamente pela capacidade do gestor ter respaldo na sociedade para fazer e acontecer as coisas culturais - Sem medo de errar, hoje o homem certo para ser o secretário de cultura de Santarém chama-se Luiz Alberto Figueira Mota, eu apoio, claro que haverá divergências, e agente respeita as opiniões difentes, mas o Pixica deve ser o secretário. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar o que quiser, apenas com coerência e sem ataques pessoais.